Empreendedores

Mães empreendedoras, mães empreendedoras: Susana Perelló

Mães empreendedoras, mães empreendedoras: Susana Perelló



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Susana no trabalho.

Isso nos encorajou e iniciamos uma série de entrevistas com empresárias e empresárias que também são mães. É assim que nos contam a sua experiência e juntos podemos aprender com os seus sucessos e ver um pouco como é o seu dia a dia.

Temos conversado com Susana Perelló, designer e sócia de dclave.com e cujo último lançamento é o projeto www.unbocetodiario.com com o qual está muito entusiasmada e que pensamos lhe dará muitos sucessos.

Fizemos a ela uma série de perguntas relacionadas a ser mãe e empresária e ela gentilmente respondeu.

Aqui estão as perguntas e suas respostas.

0. Quantos anos têm suas meninas?

O mais velho tem 5 anos e o mais novo 21 meses.

1. Qual é o seu horário de trabalho? Você costuma levar trabalho para casa?

Normalmente é de manhã, embora por ser minha empresa e eu mesmo agendo o horário se um dia eu tiver que vir à tarde eu venho, senão levo um trabalho para casa que aproveito para fazer quando os pequeninos vão dormir.

2. Qual é a sua rotina familiar com as meninas antes de ir para o trabalho? E depois do trabalho?

De manhã durante a semana, a gente acorda os pequeninos na mesma hora, pois um vai pra escola e o outro cuida dela, então eu e meu marido vestimos eles, damos café da manhã e preparamos tudo, aí a gente A gente distribui, um leva o mais velho para a escola e o outro leva o menor, é uma boa forma de equilibrar os horários.

3. Você recebe ajuda de alguém de fora em casa? Como você organiza as tarefas da casa?

A verdade é que não, fazemos tudo entre o meu marido e eu, tem coisas do dia-a-dia que fazemos entre nós dois, camas, casas de banho, máquinas de lavar, etc., temos as tarefas distribuídas e cada um sabe o que fazer primeiro. para sair de casa. Quando chega o fim de semana, também fazemos as tarefas distribuídas, aquelas coisas que durante a semana você não consegue fazer de forma mais completa. Costumamos nos revezar com os mais pequenos, para que ambos possamos fazer o nosso.

4. Por que você decidiu abrir uma empresa?

Principalmente, os motivos que me decidiram a abrir uma empresa foram dois, um claro, a minha família, queria ter um trabalho que me permitisse fazer o que gosto e acima de tudo, poder conciliar com o cuidado e a criação das minhas filhas.

A segunda, como eu disse, precisava fazer algo que me preenchesse e me preenchesse como pessoa, pois acho isso muito importante para o ser humano também. É claro que você pode fazer qualquer trabalho, mas se não te preenche ...... no final só passa a ser uma mera ferramenta para ter uma fonte fixa de renda no final do mês, meu trabalho antes era isso para mim e não me fazia sentir bem Comigo mesmo sem falar nas horas que tinha que dedicar e que não podia estar com minha família.

5. Para quantas pessoas você trabalha na empresa?

No momento só eu, já que sou Freelance, embora não descarte a possibilidade de ampliar o quadro de funcionários no futuro.

6. Você atende o celular para questões de trabalho quando está com suas meninas?

Só em ocasiões muito específicas, tenho como regra não misturar a vida profissional com a familiar.

7. Durante a semana, você reserva algum tempo para fazer alguma atividade sozinho?

De vez em quando e se o trabalho permitir, costumo reservar uma manhã para mim e minhas coisas, as tardes são todas para os mais pequenos.

8. Se você viaja com frequência a trabalho, como organiza a ida e volta da escola e sua rotina em geral?

Minhas viagens a trabalho são próximas, 60 ou 70 km no máximo, então geralmente saio quando eles entram na escola e geralmente volto antes de eles saírem.

9. Você já parou de fazer algo de que gostava para trabalhar e ser mãe? O que você gostaria de melhorar?

Não, graças a Deus hoje, não há nada que eu não tenha conseguido conciliar, talvez uma noitada, mas já se sabe o que vai acontecer quando você for mãe e no meu caso mudei de bom grado.

10. Você daria algum conselho a alguém que está pensando em criar umempresa e tem filhos?

Meu conselho é pular e tentar, no começo, porque tudo será difícil, mas no longo prazo você receberá sua recompensa. Com um pouco de planejamento e colaboração, tudo pode ser feito e a satisfação que você obtém para você e a sua não tem preço.

Susana com os pequeninos.

Muito obrigada Susana por partilhar o seu tempo com os leitores da Empresa 2.0 de Euroresidentes. Desejamos a você o melhor. 🙂

Tópicos relacionados com mães empreendedoras, mães empreendedoras: Susana Perelló:

  • Empresa: ser mãe e empreendedora


Vídeo: Mulheres Empreendedoras - Globo News 03022013 (Agosto 2022).